Almeida aparece na planilha da Odebrecht com apelido de “Sumido”

Planilhas da empreiteira Odebrecht divulgadas hoje na internet contêm lista de políticos de quase todos os partidos, que teriam recebido doações da empresa.

Não há menção quanto a serem doações contabilizadas legalmente ou não. Muitas delas constam como tendo sido feitas aos comitês eleitorais dos candidatos.

De São Paulo, constam, por exemplo, o governador Geraldo Alcmin e o senador José Serra (PSDB), bem como o então candidato à Presidência, senador Aécio Neves, como tendo recebido, respectivamente, R$ 700 mil, R$ 1.500.000 e R$ 120 mil.

O prefeito Sebastião Almeida é citado com o codinome “Sumido”, a expressão “esgoto” ao lado do nome e a quantia de R$ 1.500.000,00.

Os deputados federais Celso Russomano e Paulinho da Força também estão entre os beneficiários.


Estranhamente, o ex-prefeito Jovino Cândido consta na lista com o valor R$ 1. Como outros valores estão expressos em dezenas de milhares, presume-se que tenha obtido uma doação de R$ 1.000,00

Fonte:http://www.clickguarulhos.com.br/

Share This: