Alunos que ocupam escolas de SP bloqueiam avenida em ato

Alunos de escolas ocupadas em protesto contra a reestruturação escolar em São Paulobloqueavam a Avenida Brigadeiro Faria Lima, importante via na Zona Oeste da cidade, na manhã desta segunda-feira (30), informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM). De acordo com a corporação, a manifestação ocorria de forma pacífica e era acompanhada à distância por policiais militares. Cerca de 100 alunos participavam do ato.

Alunos da Escola Estadual Fernão Dias Paes, que fica em Pinheiros, e de outras escolas estaduais da Zona Oeste bloquearem a Avenida Brigadeiro Faria Lima, no cruzamento com a Rebouças. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os alunos bloqueavam totalmente a via.

Durante o ato, os estudantes utilizaram cadeiras escolares para ocupar as vias. Em vídeos postados em redes sociais de manifestantes, cerca de 30 policiais militares aparecem tentando retirar as cadeiras para liberar o trânsito. Após PMs e manifestantes se empurrarem e discutirem, os policiais recuaram e os alunos voltaram para a rua.

A interdição causava, às 8h30, 1,5 km de filas na Faria Lima (entre a Pedroso de Moraes e a Eusébio Matoso). Os corredores de ônibus das avenidas Eusébio Matoso e Rebouças também eram afetados. Passageiros desceram dos ônibus e seguiam seus caminhos a pé.

No dia 11 de novembro, policiais militares utilizaram spray de pimenta para conter um tumulto envolvendo estudantes da Escola Fernão Dias que protestam contra a reorganização escolar em São Paulo. A confusão aconteceu na Rua Antônio Bicudo, em Pinheiros, nos fundos da escola.

A instituição está ocupada por alunos contrários à reforma do ensino e a Procuradoria Geral do Estado afirmou que vai entrar na Justiça para retirá-los.

A reforma vai fechar 94 escolas e reestruturar várias outras para unidades de ciclo único (apenas 1º ao 5º anos, 6º ao 9º anos ou ensino médio). Atualmente, a escola Fernão Dias Paes tem turmas do ensino fundamental dos anos finais (6º ao 9º ano) e do ensino médio. Em 2016, com a reorganização do ensino, a escola passará a ter apenas o ensino médio. Os alunos do ensino fundamental serão transferidos, segundo a Secretaria da Educação.

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: