Câmara terá 12 novos vereadores e dois que retornam ao Legislativo; 20 são reeleitos

Com exceção de Guti, que é candidato a prefeito pelo PSB, todos os demais vereadores foram candidatos à reeleição. Porém, muitos deles ficarão fora da próxima legislatura.

É o caso, por exemplo, de Americano (PHS), que, embora tenha obtido 5.225 votos, não se elegeu porque seu partido não atingiu o quociente eleitoral.

Também ficam de fora: Verinha Souza (PMB), Heleno Metalúrgico (PDT), Pezão, Dona Maria, Marisa de Sá, Laércio Pereira e Samuel Vasconcelos (PT), Paulo Sergio e Daniel Soares (DEM), Elmer Japonês (PR), Geraldo Celestino (PSDB), Toninho Magalhães (PTC) e Dr. Vitor da Farmácia (Pros).

São estes os vereadores eleitos. Os nomes em itálico são os reeleitos. Os demais são novos, com exceção de Paulo Roberto e Eduardo Carneiro, que já foram vereadores, e retornam à Câmara.

Romildo Santos (DEM) 7681 votos

Mauricio Brinquinho (PT) 7213

Joao Barbosa (PRB) 7074

Prof. Romulo (PT) 6204

Eduardo Barreto (PCdoB) 5879

Prof. Jesus (DEM) 5828

Marcelo Seminaldo (PT) 5293

Pastor Anistaldo (PSC) 5279

Eduardo Soltur (PSD) 5099

Gilvan Passos (PSDB) 4784

Zé Luiz (PT) 4632

Laercio Sandes (DEM) 4544

Serjão Inovação (PSL) 4544

Janete Pietá (PT) 4474

Genilda (PT) 4420

Joao Darcio (PTN) 4298

Paulo Roberto Cecchinato (PP) 4229

Rafa Zampronio (PSB) 4176

Ramos da Padaria (DEM) 4136

Lamé (PMDB) 3996

Edmilson Souza (PT) 3954

Sandra Gileno (PSL) 3453

Dr. Alexandre Dentista (PSDC) 3444

Thiago Surfista (PRTB) 3352

Lauri (PSDB) 3184

Wesley Casa Forte (PSB) 2872

Sergio Magnum (PEN) 2747

Luiz da Sede (PRTB) 2718

Toninho da Farmácia (PSD) 2487

Dr. Eduardo Carneiro (PSB) 2407

Acácio Portela (PP) 2380

Carol Ribeiro (PMDB) 2265

Betinho Acredite (PTB) 1968

Moreira (PTB) 1966

 

Observação quanto ao quociente eleitoral

O total de votos válidos para vereador foi de 614.571

Portanto, como são 34 cadeiras na Câmara, o quociente eleitoral foi de 18.075 votos.

Não alcançaram o quociente estes partidos, embora tenha tido candidatos mais bem votados do que alguns eleitos: PRP, PHS, PMB, PTC e PDT. O PTN conseguiu eleger João Dárcio graças a ter-se coligado com o PEN, que elegeu Sergio Magnum; se isolados, nenhum dos dois partidos teria elegido vereador. O Pros não reelegeu o vereador Dr. Vitor da Farmácia, que teve 1892 votos, porque só atingiu, no todo, 7.481 votos, embora ele tenha obtido os 10% do quociente exigidos pela nova regra. Na Rede, o candidato mais votado foi Augusto Pinheiro, com 1416 votos. O partido teve ao todo 7668 votos, distante portanto do quociente, mas ele também não chegou aos 10% necessários.

Fonte:https://www.clickguarulhos.com.br

Share This: