Cidade pede remoção de PokéStops devido a invasão de jogadores de Pokémon Go

A existência de três PokéStops em uma mesma região fez com que o conselho da cidade de Canada Bay, na Austrália, requisitasse à Niantic que reavalie as localizações exploradas em Pokémon Go.

A coincidência tem feito com que uma multidão de pessoas passasse a frequentar o subúrbio de Rhodes, lotando um parque conhecido como Peg Paterson e causando problemas para parte da população local.

Como o parque é pequeno, não há espaço viável para acomodar tanta gente — há dias em que cerca de 200 jogadores aparecem por lá. Além disso, o vai e vem acontece de forma ininterrupta, causando barulho em excesso, depredações e sujeira.

“Tem havido um número de questões preocupantes, incluindo um veículo de serviço de emergência com dificuldades de chegar a um apartamento em incêndio devido ao tráfego congestionado, acidentes (…) e notícias de motociclistas usando ciclovias e calçadas para contornar o congestionamento”, disse o gerente geral do conselho, Gary Sawyer, ao Domain.

O próprio Sawyer enviou uma mensagem à Niantic, desenvolvedora de Pokémon Go, requisitando que ao menos duas das três PokéStops sejam removidas.

O conselho pediu que os locais façam requisições individuais para aumentar a pressão, mas o Domain reporta que o incômodo não é inânime, já que há moradores e comerciantes contentes com o fato de que o jogo colocou Rhodes no mapa.

http://olhardigital.uol.com.br/

Share This: