Confira dicas para manter o colchão sempre novo

Adquirir um colchão de qualidade é uma escolha acertada, que resulta em noites de sono mais profundas e agradáveis. Porém, a garantia oferecida de fábrica cobre apenas possíveis reparos em defeitos de fabricação. Sendo assim, o usuário deve seguir alguns cuidados básicos para prolongar o tempo de vida útil do produto.

Com um bom manuseio e higienização correta, os colchões de espuma, por exemplo, podem durar de dois a três anos, podendo chegar até os cinco nos modelos certificados pelo Inmetro, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Colchões (Abicol). Já os de molas podem durar de cinco (no molejo tradicional “Bonnell”) a dez anos (demais molejos).

Uma das principais recomendações dos fabricantes é não expor o colchão ao sol, pois a incidência dos raios resseca as células da espuma, faz com que elas percam sua propriedade original e acabem não retornando à posição natural.

O conselho do setor de produtos da Ortobom é deixar o produto “respirar” um pouco sem a cobertura de itens, como capas protetoras e lençóis.

Vale também eliminar plástico, papelão ou outros materiais colocados entre o estrado da cama e o colchão, pois isso impede a oxigenação.

Evite sentar no colchão – O produto é desenvolvido para sustentar o corpo em posição horizontal. Sentada, a pessoa concentra peso em ponto único, criando “buracos” e desníveis;
Escolha o tamanho certo – Verifique o tipo adequado para seu peso e altura.

Mude a posição – É bom girá-lo de tempos em tempos para evitar marcas na superfície. Uma vez que o tronco do corpo humano é mais pesado que os membros inferiores, o rodízio horizontal equilibra o desgaste normal do colchão.

Não lave – Prefira usar o aspirador para realizar a limpeza. Em casos extremos, procure uma empresa especializada no assunto.

Coloque uma capa protetora – O utensílio ajuda a proteger o colchão e pode ser lavado quando necessário.

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: