Dilma diz repudiar ato ‘hostil’ contra Chico Buarque por apoiar PT

A presidente Dilma Rousseff utilizou sua conta no microblog Twitter nesta terça-feira (23) para manifestar repúdio ao ato de hostilidade contra o cantor e compositor Chico Buarque. Nesta semana, um grupo abordou o artista e o xingou por apoiar o PT.

Na madrugada desta terça, Chico Buarque também utilizou seu perfil na Facebook. Sem postar comentários, ele publicou o vídeo da música “Vai trabalhar, vagabundo”. Até o meio-dia, o post já havia sido curtido por mais de 25 mil pessoas e compartilhado por mais de 4 mil.

“Minha solidariedade a Chico Buarque, um dos maiores artistas brasileiros, que foi hostilizado no Rio por conta de suas posições políticas. O Brasil tem uma tradição de conviver de forma pacífica com as diferenças. Não podemos aceitar o ódio e a intolerância”, publicou a presidente.

“É preciso respeitar as divergências de opinião. A disputa política é saudável, mas deve ser feita de forma respeitosa, não furiosa. Reafirmo meu repúdio a qualquer tipo de intolerância, inclusive à patrulha ideológica. A Chico e seus amigos, o meu carinho”, acrescentou Dilma na rede social.

Além de Dilma, outros políticos como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestaram solidariedade a Chico Buarque. Em um texto intitulado “Um abraço ao amigo Chico” e publicado no Facebook, Lula e a ex-primeira-dama Marísia Letícia afirmaram que o cantor é um “patrimônio da cultura e do povo brasileiro, nosso maior artista e o mais fino intérprete da alma de nossa gente.”

“[Chico Buarque] não merece ser ofendido, muito menos por sua coerência. É muito triste ver a que ponto o ódio de classe rebaixa o comportamento de alguns que se consideram superiores, mas não passam de analfabetos políticos”, escreveram Lula e Marisa na rede social.

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: