Dorival vê equilíbrio entre Santos e Palmeiras e critica gramado da Vila

Santos (SP)

Depois de praticamente abrir mão do Brasileirão ao poupar seus titulares na derrota para o Coritiba visando a decisão da Copa do Brasil, o Santos aposta suas fichas na final contra o Palmeiras para chegar à Libertadores de 2016. Já que o Verdão empatou no sábado com o Cruzeiro também com os reservas, o técnico santista, Dorival Júnior, vê igualdade no momento dos dois times e não aponta favorito para a partida da próxima quarta-feira, na Vila Belmiro.

– Chegamos em igualdades de condições, dois jogos decisivos, complicados. Equipes que fizeram campanhas semelhantes ao longo do ano, brigaram por vaga no Brasileiro, Paulista e finais da Copa do Brasil. Não vejo diferença nenhuma – disse o comandante alvinegro.

Além do cansaço de seus jogadores, Dorival tem outra preocupação: o estado do gramado da Vila Belmiro, palco do primeiro jogo da final. Por conta das finais que as quatro categorias de base do Peixe disputam, o gramado do Alçapão não enfrenta suas melhores condições, e já no empate com o Flamengo, na última quinta-feira, foi alvo de reclamação do comandante.

– O jogo com o Flamengo não me preocupa em nada, até pelo estado do gramado, que complicou não só o Santos, mas infelizmente aconteceu. Pegamos um campo destruído em razão da sequência de jogos que lá está tendo. Temos que nos preocupar com as condições do gramado e adversário – lamentou.

Fonte:http://esporte.uol.com.br

Share This: