Entenda de uma vez por que um celular pode explodir; e o que você pode fazer

Qualquer bateria com defeito pode ser encarada como uma bomba em potencial.

Os últimos casos de explosões mexeram com a Samsung. Só nos Estados Unidos, mais de 90 Galaxy Note 7 explodiram – alguns causando inclusive graves ferimentos em seus usuários. A marca coreana fez um recall do produto o mais rápido que pode, mas ainda assim, o número de explosões continua aumentando. A chinesa Xiaomi também teve problemas com um smartphone explosivo e até a Apple enfrentou situações do tipo. Os motivos nem sempre são os mesmos, mas quase sempre a culpa é da bateria.

Em nenhum dos casos o diagnóstico é simples. Toda bateria é composta por uma placa positiva, uma placa negativa, um meio condutor e um separador isolante. Nas baterias de lítio, o eletrólito, o meio condutor que impede a bateria de explodir, deve ser sempre mantido sob pressão e temperatura estritamente controladas. Dentro de cada bateria de smartphone existe um circuito eletrônico responsável por manter essa temperatura estável.

Outra hipótese para a explosão de baterias tem a ver com o material utilizado na fabricação dos componentes. Os materiais internos da bateria de lítio se decompõem quando atingem certas temperaturas, gerando reações exotérmicas que podem levar a bateria a pegar fogo ou explodir. Mais do que isso, se algum tipo de impureza ou contaminação atingir os materiais durante o processo de fabricação, um curto-circuito interno entre as placas, com consequente geração de calor, pode também levar a bateria à explosão.

A não ser que você tem um Galaxy Note 7 dentro do lote de recall, não há qualquer motivo para desespero. Mas, se for o seu caso, retorne logo o aparelho para a Samsung. Fora isso, casos de explosão como estes são extremamente raros, tendo em vista a quantidade de smartphones fabricados e vendidos em todo o mundo. De qualquer forma, é importante destacar que defeitos de fábrica podem não ser os únicos culpados em alguns casos. O usuário também se não cuidar bem do seu aparelho…se você não quer ser mais uma vítima, preste atenção nessas dicas:

Explosões à parte, interessante é saber que as baterias estão em constante evolução; tanto de performance quanto em segurança. Nós conversamos com um dos engenheiros que anunciou recentemente a criação de uma superbateria com o dobro da capacidade das atuais. Mas esta matéria, só na semana que vem…Fique ligado!

 

Fonte:http://olhardigital.uol.com.br/

Share This: