Espalha Fatos

A Assessoria de Imprensa do SAAE pediu direito de resposta referente a nota publicada ontem nesta coluna, onde além da crise que a autarquia passa, divulgamos o atraso no pagamento do acordo feito com a Sabesp no valor de R$ 9 milhões mensais e a possível diminuição na vazão da água vendida para Guarulhos por causa do calote que beira os R$ 2,5 bilhões. Em respeito a disposição do SAAE em esclarecer os fatos, concordamos em abrir o espaço, cujo texto segue abaixo na íntegra.

Versão oficial

Sobre a nota “Dando o cano”, publicada nesta quarta-feira, dia 11, na coluna Espalha Fatos, na página 2 do jornal Guarulhos Hoje e no portal Click Guarulhos, a Assessoria de Imprensa do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos lembra que está em andamento uma negociação, de alto nível, com a Sabesp para o equacionamento dos serviços de fornecimento de água por atacado ao município, no que se incluem as dívidas. Saae e Sabesp estão discutindo possíveis hipóteses e cenários.

Levantando a lebre

Analisando o posicionamento do SAAE, dizer que a negociação é “de alto nível” significa o que? Antes a negociação era de “baixo nível”? Ou querem dizer que as negociações já estão chegando ao ponto de que terão de entregar a autarquia para o Governo do Estado como forma de pagamento da dívida e estão pedalando o anúncio para somente depois das eleições? Já sobre “hipóteses e cenários”, seria muito interessante o SAAE abrir o jogo para a sociedade guarulhense deixando-a participar também das decisões, já que o problema afeta a todos. No mínimo uma audiência pública na Câmara, né? Palavras lacônicas só aguçam a curiosidade.

Boi na linha

A maioria dos lares guarulhenses está recebendo da Prefeitura mensagens telefônicas gravadas onde o Executivo divulga um programa habitacional exclusivo para os servidores municipais. Os imóveis serão destinados a funcionários públicos com renda de R$ 1,8 mil a R$ 6,7 mil mensais. Se as unidades são para esse público específico, por que toda cidade está recebendo esses telefonemas? Parece que a campanha já começou e a máquina já está fazendo a sua parte.

Remoendo

Alencar Santana ainda não engoliu a derrota do último domingo, quando lhe tiraram a chance de ser o candidato oficial do PT à Prefeitura. Alencar “tem certeza” que foi traído pelo próprio prefeito, que supostamente pela frente o ajudava nas articulações, mas pelas costas trabalhava para Pietá. De acordo com o deputado, até a filha de Almeida, delegada da sigla com direito a voto, teria indicado o nome do ex-prefeito. Se a votação foi secreta, como é que ele sabe?

Fonte:http://www.clickguarulhos.com.br/

Share This: