Foi vazamento de gás que intoxicou pessoas em condomínio

Reproduzimos notícia publicada pelo portal G1, a respeito da intoxicação sofrida por cinco adultos, no condomínio Bem Querer, na vila Endres:

Um vazamento de gás num prédio deixou sete pessoas intoxicadas na noite de sexta-feira (27), em Guarulhos, na Grande São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, um casal, duas crianças, o avô delas e um pastor evangélico que estavam num apartamento foram levados a hospitais da cidade com sintomas de mal-estar e ânsia de vômito.

Marido e mulher e seus dois filhos continuavam internados neste sábado (28). As demais vítimas foram liberadas após tomar remédios para desintoxicação.

Segundo o boletim de ocorrência do 2º Distrito Policial (DP) de Guarulhos, o caso foi registrado como “uso de gás tóxico ou asfixiante, modalidade culposa”. A investigação para apontar eventuais culpados deverá ser feita pelo 5º DP.

De acordo com o registro policial, técnicos acionados pela polícia constataram que as instalações dos dutos de gás estavam irregulares. Estaria faltando um exaustor para a saída de gás do aquecedor da água do chuveiro. As pessoas teriam inalado o gás quando tomavam banho.

Ainda segundo o boletim, um vizinho passou pelo apartamento e viu a porta aberta. Se aproximou e notou que as sete pessoas estavam se arrastando no chão. Elas vomitavam e se queixavam de tonturas.

O pastor que estava com a família, que mora há cerca de nove meses no imóvel, tentou impedir os socorristas de entrarem no imóvel para ajudar as vítimas. De acordo com a síndica, o homem alegou que as pessoas estavam passando mal por causa de um problema espiritual.

Após conseguirem entrar no apartamento, os socorristas levaram as vítimas para hospitais. As pessoas passariam por exames.

Fonte:http://www.clickguarulhos.com.br/

Share This: