Inadimplente, Guarulhos pode perder R$ 2 milhões de emendas para Saúde

Antonio Boaventura – GuarulhosWeb

Na última terça-feira, 13, o deputado estadual Gil Lancaster (DEM) sugeriu ao Governo do Estado a liberação de R$ 2 milhões para investimentos em equipamentos da rede municipal e estadual de Saúde no município de Guarulhos. No entanto, esta quantia pode não chegar aos cofres municipais em função do nome da cidade constar no Cadin (Cadastro de Inadimplentes).

“No cenário que a saúde pública se encontra atualmente, carente de recursos para manter e ampliar seus serviços a atendimento à população, não podemos perder um minuto sequer quanto o assunto é dar assistência e estrutura aos hospitais”, afirma o deputado. A indicação do deputado será encaminhada pela Assembleia Legislativa ao governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Os recursos de R$ 2 milhões indicados pelo deputado seriam distribuídos entre o Complexo Hospitalar Hospital Padre Bento Guarulhos, Hospital Geral de Guarulhos, Hospital Municipal Santa Casa da Criança de Guarulhos, Hospital Pimentas Bonsucesso e Hospital Stella Maris Guarulhos.

Para o Complexo Hospitalar Hospital Padre Bento Guarulhos, foi indicada a liberação de R$ 600 mil para custeio do Pronto Atendimento do hospital. “A instituição atende praticamente a todas as especialidades, mas é referência em neurocirurgia, gestação de alto risco, ortopedia e traumatologia, especialmente politrauma infantil, sendo o único em Guarulhos com esta especialidade”. O hospital de alta complexidade é referência para a população de 1,5 milhão de pessoas de 10 municípios da região do Alto Tietê.

Para o Hospital Geral de Guarulhos (HGG), o pedido de liberação de recursos envolve outros R$ 600 mil também para custeio do serviço de Pronto Atendimento. O Hospital Geral da cidade também atende a população de 10 municípios do Alto Tietê, além de integrar a Rede Hebe Camargo para atendimento oncológico ambulatorial nas áreas de quimioterapia e radioterapia.

Fonte: http://www.guarulhosweb.com.br

Share This: