Marco Grael e Gabriel Borges garantem a vaga nos Jogos Olímpicos Rio 2016 na classe 49er

Os velejadores Marco Grael e Gabriel Borges garantiram, na quarta-feira (18.11), a classificação para os Jogos Olímpicos Rio 2016. No Mundial de 49er e 49erFX, em Buenos Aires, na Argentina, a dupla terminou a fase classificatória na 14ª posição, com 70 pontos perdidos. Com isso, eles se classificaram para a flotilha ouro, que reúne apenas os 25 primeiros colocados. Dante Bianchi e Thomas Lowbeer ficaram em 29º, com 94 pontos perdidos, e vão disputar a flotilha prata.

“Sempre vi o meu pai disputando os Jogos Olímpicos e para mim era um sonho, algo que sempre desejei, mas que nunca tinha ficado tão perto. O sonho agora se concretiza, a ficha ainda não caiu”, afirmou Marco, de 26 anos, filho do lendário velejador Torben Grael, dono de cinco medalhas olímpicas (duas delas douradas). “Estamos muito felizes, foi bem suado, trabalhamos muito para isso. Agora vamos nos concentrar no Mundial, que ainda não acabou. Estamos bem colocados. É o nosso melhor resultado em Mundiais até agora”, prosseguiu Marco, que disputará os Jogos Olímpicos pela primeira vez, assim como seu parceiro Gabriel, de 23.

Depois que chegaram à frente de Dante e Thomas no Sul-Americano, também na capital argentina, há uma semana, Marco e Gabriel precisavam repetir o desempenho no Mundial para conquistar a vaga para 2016. Como Dante e Thomas não se classificaram para a flotilha ouro, ficaram sem chances de terminar o Mundial na frente dos compatriotas. Eles tinham de encerrar a competição em Buenos Aires na dianteira para levar a disputa da vaga olímpica para a III Copa Brasil de Vela, em dezembro.

“No Sul-Americano, tivemos uma disputa acirrada até o fim, somente no último dia conseguimos ficar na frente. No Mundial, largamos na dianteira desde o início e obtivemos a vaga na flotilha ouro”, lembrou Marco.

Para definir os representantes olímpicos, a Confederação Brasileira de Vela (CBVela) adotou o critério de avaliação do desempenho nas principais competições nacionais e internacionais em 2013, 2014 e 2015. Por meio de análises dos resultados, o Conselho Técnico da Vela (CTV) define os classificados. Após avaliação do desempenho das duas duplas neste período, não foi possível definir o representante. Assim, o CTV decidiu que os resultados no Sul-Americano e no Mundial poderiam definir a dupla nesta classe para os Jogos Rio 2016.

Além de Marco e Gabriel já estão garantidos nos Jogos Olímpicos Robert Scheidt, na classe Laser; Fernanda Decnop, na Laser Radial; Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, na 470 feminina; Martine Grael e Kahena Kunze, na 49erFX; Jorge Zarif, na Finn; Patricia Freitas, na RS:X feminina; e Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X masculina. Na Copa Brasil de Vela serão definidos os representantes na 470 masculina e Nacra 17.

Fonte:http://www.brasil2016.gov.br/

Share This: