Ministro promete reforma do ensino médio até o fim do ano

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse nesta quinta-feira (15) que, se o projeto que prevê a reforma do ensino médio não for aprovado pelo Congresso Nacional até o fim do ano, o governo vai implementá-lo via Medida Provisória. Ele participou de um seminário sobre educação em São Paulo.

“Temos o receio de que no momento em que se discutem medidas tão significativas no campo econômico, a gente venha a secundarizar a reforma do ensino médio. Se percebermos, e isso foi fruto do meu despacho com o presidente Temer, que não será aprovado até o fim do ano via projeto de lei, mesmo com a urgência dada pela Câmara, vamos partir para Medida Provisória”, afirmou Mendonça.

O projeto, de autoria do deputado Reginaldo Muniz, do PT de Minas Gerais, prevê flexibilizar o currículo do ensino médio, fazendo com que o aluno tenha opção de escolher as disciplinas de acordo com sua vocação ou especificidade da região onde mora.

O Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) divulgado na semana passada mostra que o ensino médio nas escolas brasileiras está estagnado desde 2011 em patamares abaixo da meta de qualidade. O ministro atribuiu o cenário à falta de atratividade do ensino médio. Ele lembra que hoje 1,7 milhão de adolescentes não trabalham nem estudam.

“Tem de haver uma maior conexão com a educação de nível médio e de nível técnico. A grande maioria das redes é separada, temos de aproximar mais para tornar a escola mais atrativa”, afirmou. Para ele, o formato da educação de nível médio do Brasil vem do século passado, quando as tecnologias não existiam. “O adolescente não se vê identificado com esse formato de escola que o Brasil oferece.”

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: