No terrão do Macedo, Peñarol se mantém vivo na Copa Galvila

Bastante modificado e vestindo o uniforme do Vila Real, uma espécie de filial do campeão amador do estado, o vasco Jd.Paraíso, comandado pelo técnico Edson Gomes, ex-Meninos do Morro, entrou em campo já classificado para a segunda fase da competição, para enfrentar o desesperado Penãrol, que começou a rodada precisando vencer para continuar na competição, jogando de baixo de um sol forte na tarde deste domingo, no campo da A.A. Macedo.

A grande arma do Penãrol para vencer o Vasco Jd.Paraíso foi o campo do Macedo. O tradicional estádio da cidade de Guarulhos que já foi palco de grandes jogos, partidas da segunda divisão do futebol paulista, principalmente, nos anos 80, atualmente, está bem diferente dos seus tempos de glórias. Ainda muito charmoso e bem localizado, o campo do Macedo se caracteriza pelo piso pesado de chão batido, o famoso “terrão”.
Para o jovem treinador do Penãrol, Paulo Everton, as características peculiares do campo do Macedo, serviram para diminuir a desigualdade técnica entre a sua equipe e o campeão amador do estado.
-Acreditamos que seria possível conquistar um resultado positivo diante de ninguém menos que o campeão estadual,devido o piso do Macedo que eles não estão acostumados a jogar. Por ser uma equipe muito técnica, eles tiveram dificuldades para jogar aqui, e nós já sabíamos disso. Mas, a nossa equipe não soube aproveitar as várias chances que tivemos. Acredito que estamos fazendo uma campanha dentro da nossa realidade. Montamos uma equipe há pouco tempo, e não é possível dar entrosamento à equipe em três jogos. Estamos dependendo de outros resultados, mas se conseguirmos a classificação vocês verão uma equipe mais forte para a fase de mata mata – Declarou, Paulo Everton, treinador do Penãrol.
A opinião do novato treinador do Vasco Jd.Paraíso, Edson Gomes, convergiu com a opinião do seu colega do Penãrol. Para Edson Gomes, se a partida fosse disputada na Arena De Carlos ou no estádio Cícero Miranda, estádios de grama sintética, onde os jogadores Vascaínos estão acostumados a jogar, o resultado puderia ser muito diferente.
Já classificado para a fase seguinte da competição, Edson Gomes, acredita em uma  melhor desempenho da equipe do Vasco Jd.Paraíso na fase de mata mata da 4ª Copa Galvila.
-Nosso time está acostumado a jogar no gramado sintético, e sentiu bastante as condições do campo do Macedo. O Vasco, todos sabem, é um time técnico, e no jogo de hoje, essa técnica ficou prejudicada. Agora é esperar a fase de mata mata, onde acredito bastante na minha equipe – Declarou, Edson Gomes, treinador do Vasco Jd.Paraíso, na Copa Galvila.
OS GOLS DA PARTIDA
O Vasco Jd.Paraíso abriu o placar na primeira etapa com o atacante Juninho, após cobrança de escanteio de Tatu, o zagueiro Evandro Zoio chutou em cima da defesa do Penãrol, mas a bola sobrou para Juninho, sem marcação, marcar o gol vascaíno.
O empate do Penãrol saiu, apenas, na segunda etapa. Aos 23 minutos, Jeferson tentou de bicicleta, para impedir o golaço do meia do Penãrol, o zagueiro vascaíno Seixas, colocou a mão na bola, pênalti bem marcado pelo árbitro mogiano Wesley Pereira. O próprio Jeferson cobrou e marcou o gol do Penãrol.
Na sequência, acreditando na possibilidade da vitória, o Penãrol armou uma verdadeira blitz na defesa vascaína, mas os seus atacantes não estavam numa tarde muito feliz nas finalizações, e não tivemos mais mudanças no placar.
O “FERA” DO JOGO
O meia Tatu, mostrou que para jogar no futebol amador é precisa se adaptar a qualquer tipo de piso. Raçudo e ao mesmo tempo técnico, Tatu sobe a hora certa para usar as suas duas características. Nesse novo Vasco Jd.Paraíso, ele colocou ninguém menos do que o volante Da Silva, no banco de reserva.
Tatu, foi escolhido pela equipe do portal ebolanarede, o “fera” do jogo, o melhor em campo no empate entre o Vasco Jd.Paraíso e o Penãrol, no campo do Macedo, pela 3ª rodada da Chave J da 4ª Copa Galvila.
FICHA TÉCNICA
4ª Copa Galvila
PENÃROL 1 X 1 VASCO JD.PARAÍSO
LOCAL : A.A. Macedo, bairro do Macedo, Guarulhos/SP
DATA : 14 / 02 / 16
GOLS : Juninho 20’1ºT ( Vasco Jd.Paraíso) , Jeferson (Pênalti) 20’2ºT (Penãrol)
ÁRBITRO : Wesley Pereira
ÁRB.ASSISTENTE : William Pereira e Wellington Pereira
PENÃROL : Juba, Jean , Philipi , Fabiano , Alexandre ; Renato , Robert , Fernando (Jeferson) ; Maicon , Cristiano , Danilo
Técnico : Paulo Everton
VASCO JD.PARAÌSO : Alan , Pestana, Seixas, Evandro Zoio , Lucas (Lokinho) ; Henrique(Da Silva), Tatu , Valtinho ; Márcio (Erick), Bola (João Pedro), Juninho
Técnico : Edson Gomes
RESULTADOS
A.A. Macedo     0 x 2    Milianos
             L3           4 x 0     Industrial
Maranhão          2 x 2     Psicóticos
Torre                    1 x 2      RP Fçuxos
Skina                   2 x 0     Real da Ilha
Paulistano          0 x 0     Nova Aliança
Penãrol                1 x 1     Vasco Jd.Paraíso
Vila Nova            1 x 2     Atlético Renzo
Sua Mãe              3 x 0     Mogi Jr.

Share This: