Oferta da Verizon de US$ 3,5 bilhões por Yahoo é superada por outras empresas

Desde que as ofertas pelo Yahoo foram iniciadas, a Verizon se mostrou como a principal interessada na compra da empresa. Porém, se quiser adquirir  uma das pioneiras da internet, a companhia vai precisar desembolsar mais do que queria e ainda levar partes menos interessantes do Yahoo.

Fontes revelam que a sua oferta de US$ 3,5 bilhões na segunda rodada de propostas foi superada por outras ofertas em torno de US$ 5 bilhões de outras empresas, que não foram identificadas.

Ao contrário das demais companhias, a Verizon não incluiu em sua oferta patentes e propriedades físicas do Yahoo, que são estimados em US$ 1 bilhão cada. Isso significa que se a empresa de comunicação quiser vencer a corrida, terá que assumir outras partes além do core business.

Especialistas afirmam que o próprio Yahoo sinalizou que não irá considerar propostas que estejam abaixo de US$ 5 bilhões, o que coloca a Verizon entre as últimas da lista,. Faz sentido essa posição quando considerado que a empresa esperava um valor entre US$ 4 bilhões e US$ 8 bilhões na venda.

Além da Verizon, a AT&T, empresas de private equity, como TPG Capital e um consórcio englobando Bain Capital Private Equity e Vista Equity Partners Management, um grupo liderado pelo fundador da Quicken Loans, Dan Gilbert, apoiado por Warren Buffett, também estão na segunda rodada de ofertas.

Nas próximas semanas, o Yahoo deve abrir uma terceira rodada, com uma lista menor de interessados.

Fonte:http://olhardigital.uol.com.br/

Share This: