Olimpíadas brasileiras de conhecimento abrem inscrições

Torneios de conhecimento podem ser a melhor maneira que professores e estudantes têm para aprofundar o conteúdo dado em sala de aula e também uma maneira para as escolas descobrirem novos talentos. Neste primeiro semestre, cinco olimpíadas estão com as inscrições abertas para escolas públicas e particulares participarem das competições de matemática, língua portuguesa, ciências, história e astronomia.

Olimpíada brasileira de Astronomia e Astronáutica – Segundo os organizadores, a olimpíada é considerada a terceira maior de conhecimento estudantil no país. Mais de 830.000 estudantes participaram da edição do ano passado. As inscrições devem ser feitas no site oficial e podem participar alunos de escolas públicas e particulares, do ensino fundamental e médio. A inscrição deve ser feita até 13 de março e é gratuita. Em fase única, a prova será em 13 de maio e os melhores classificados irão representar o país na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e na competição Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica em 2017.

Olimpíada brasileira de Matemática das Escolas Públicas – Escolas de toda a rede pública de ensino podem inscrever os alunos do 6º ao 9º ano na edição do torneio de matemática. As provas acontecem em duas fases, nos meses de junho e setembro. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 1º de abril no site da competição. Cerca de 30 alunos, por ano, são preparados para as competições internacionais. No ano passado, mais de 47.500 escolas participaram da olimpíada.

Olimpíada nacional em História do Brasil – O torneio é um projeto desenvolvido pelo departamento de história da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e os alunos de escolas particulares e públicas podem participar. Os interessados devem montar equipes com um professor da disciplina e três estudantes do 8º ano ao ensino médio – 1º, 2º ou 3º ano. Serão cinco fases online, com questões de múltipla escolha e os competidores terão tarefas para responder. Já para a prova final serão selecionadas 200 equipes. Essa etapa ocorrerá na Unicamp e é presencial e dissertativa. As inscrições estão abertas até 29 de abril no site oficial, o valor varia de acordo com período em que a escola se inscrever – de 30 a 45 reais para a rede pública e de 60 a 90 reais para as instituições privadas. A primeira fase acontece no início de maio com a final em agosto. Em 2015, o Nordeste, a região brasileira que mais teve participantes na competição, inscreveu 4.343 times.

Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro – É um concurso de produção de textos e acontece de dois em dois anos: no primeiro é realizada a competição de textos dos candidatos e o ano seguinte é dedicado à formação de docentes, por meio de cursos presenciais e a distância, realização de estudos e pesquisas, elaboração e produção de recursos e materiais educativos. Podem participar os alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Todos os anos o tema é ‘O lugar onde vivo’ e, de acordo com o seu ano escolar, o aluno escreve textos em quatro gêneros: poemas para 5º a 6º anos, memórias literárias para 7º e 8º anos, crônica para 9º ano e 1º ensino médio e artigo opinião para os estudantes de 2º e 3º anos. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 30 de abril no portal oficial, já os textos deverão ser enviados pelas escolas até 19 de agosto. A premiação final é em dezembro, no Distrito Federal, e os vencedores são premiados com equipamentos eletrônicos e um vale-compras de livros. Além disso, as escolas dos alunos vencedores ganham um laboratório de informática. Na última edição, que ocorreu em 2014, foram mais de cinco milhões inscritos de 5.015 cidades de diversos estados brasileiros.

Olimpíada brasileira de Ciências – A competição avalia os alunos em três matérias: física, biologia e química. Só podem participar alunos com até 15 anos de escolas particulares ou públicas. A inscrição é paga, no valor de 350 reais, porém as instituições da rede pública são isentas de pagamento. Interessados devem acessar o site do torneio para mais informações. Dividida em duas fases, a primeira é realizada entre maio e junho, na própria escola do candidato, e a prova é composta por 45 questões de múltipla escolha. Na etapa seguinte, entre agosto e setembro, serão trinta testes e doze dissertativas. Os seis alunos que conquistarem as medalhas de ouro serão classificados para representar o Brasil em torneios internacionais, um em outubro, na Colômbia, e outro no final do ano, em Bali.

Fonte:http://www.msn.com/

Share This: