Prefeito Firmino Filho prevê queda de receitas e redução de obras em 2016

A alta do dólar continua diminuindo o ímpeto dos brasileiros de gastarem no exterior. Segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta segunda-feira (21), as despesas de brasileiros lá fora somaram US$ 971 milhões em novembro, uma queda de 43,4% frente ao mesmo mês do ano passado.

A queda de despesas no exterior acontece em um ano no qual o dólar tem registrado forte valorização. Em novembro, o dólar subiu 0,61% em relação ano real. No ano, até novembro, a alta acumulada era de 46,18%.

As despesas dos turistas estrangeiros no Brasil também diminuíram. No penúltimo mês do ano, eles deixaram no país US$ 466 milhões, uma redução de 1,5% em relação a novembro de 2014.

Histórico de gastos
Em 2014, os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 25,5 bilhões – recorde para um ano fechado. No ano anterior, haviam somado US$ 24,98 bilhões, contra US$ 22,2 bilhões em 2013. Em 2011, as despesas dos nossos turistas lá fora haviam totalizado US$ 21,2 bilhões.

Até 1994, quando foi criado o Plano Real para conter a hiperinflação no país, os gastos de brasileiros no exterior não tinham atingido a barreira dos US$ 2 bilhões. Mas, naquele ano, quando o real foi ao equiparado ao dólar, as despesas somaram US$ 2,23 bilhões. Entre 1996 e 1998, elas oscilaram entre US$ 4 bilhões e US$ 5,7 bilhões.

Com a maxidesvalorização cambial de 1999 e o dólar ultrapassando R$ 3 em um primeiro momento, as despesas lá fora também ficaram mais caras. Os gastos voltaram a recuar e ficaram, naquele ano, próximo de US$ 3 bilhões.

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: