Real Madrid vence Bauru e fatura Intercontinental de basquete no Brasil

Sergio Llull, do Real Madrid, foi eleito o melhor jogador do torneio (Foto: José Jiménez Tirado / FIBA Americas)

Em solo brasileiro, o time de basquete do Real Madrid acabou com o sonho do Bauru ser campeão e ficou com a taça da Copa Intercontinental ao vencer o segundo jogo da decisão por 91 a 79, na tarde deste domingo, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

É a quinta vez que a equipe espanhola fatura o torneio mundial – a quarta diante de um time brasileiro (Corinthians, Sírio e Franca já foram vítimas merengues) e a segunda vez no Ibirapuera (palco do último título, em 1981).

Após ter vencido a primeira partida por 91 a 90, o Bauru precisava de uma vitória simples diante de um adversário que contava com Sergio Llull, Sergio Rodríguez e Felipe Reyes, base da seleção espanhola, e ainda reforçado pelo argentino Andrés Nocioni, o mexicano Gustavo Ayón e os americanos Jaycee Carroll e Howard Thompkins.

Agora, o Bauru, atual campeão da Liga das Américas e vice-campeão intercontinental, passa a pensar nos inéditos jogos amistosos contra o New York Knicks, no dia 7 de outubro, e Washington Wizards, no dia 11, nos Estados Unidos, pelo NBA Global Games.

Destaques

Sergio Llull, do Real Madrid, foi eleito o MVP do torneio. O armador bauruense Ricardo Fischer foi o cestinha da partida, com 26 pontos. Do lado espanhol, o maior pontuador foi Jaycee Carroll, com 22. O Bauru foi mal nos rebotes: o maior número no quesito foi feito por Rafael Hettsheimeir, com seis, diante de 15 de Gustavo Ayón. Sergio Llull e Ricardo Fischer dividiram a liderança nas assistências: seis para cada.

O jogo

Bauru e Real Madrid demoraram para acertar o ataque na decisão intercontinental. O atraso dos espanhóis, no entanto, foi um pouco menor e permitiu à equipe abrir 12 pontos de vantagem no começo, número crucial para a decisão do título. Os brasileiros, nervosos, não conseguiam infiltração e perdiam muitos rebotes ofensivos e defensivos.

O Bauru passou mais da metade do primeiro quarto sem fazer uma cesta sequer. O primeiro ponto saiu em lance livre convertido pelo ala Alex Garcia, depois de ele errar a primeira tentativa. Rafael Mineiro fez os primeiros pontos da equipe bauruense com a bola em jogo.

Bauru melhorou nos rebotes no começo do segundo quarto, como quando Ricardo Fischer, marcado, jogou a bola no aro, mas contou com um tapa de Rafael Mineiro para a bola descer.  Mineiro, contratado exclusivamente para o torneio, foi também o responsável pelo empate, faltando cinco minutos para o intervalo, em 29 a 29, e 14 a 5 no período.

Autor de cinco pontos até então, o armador Sérgio Rodriguez tornou-se desfalque para o Real Madrid após cometer a segunda falta técnica no jogo e ser excluído. No entanto, o Bauru não aproveitou o nervosismo adversário e deixou o rival ir para o intervalo com nove pontos de vantagem: 49 a 40.

Melhor na defesa, o Bauru não fazia o jogo ideal ofensivamente no terceiro quarto, mas, ainda assim, conseguiu ir tirando aos poucos a vantagem do Real Madrid e empatou a partida mais uma vez, com 53 a 53.

Apesar da expectativa da torcida, os brasileiros perderam o ritmo e deixaram o time merengue mais uma vez terminar o período com nove pontos de vantagem, assim como nos dois primeiros quartos.

Com ritmo estável, o Bauru não conseguiu a virada necessária no último quarto e deixou escapar o título intercontinental, ao perder por 91 a 79. Agora, o atual campeão da Liga das Américas arruma as malas para, no próximo sábado, viajar para os Estados Unidos.

BAURU

Quinteto inicial: Alex Garcia (14 pontos), Ricardo Fischer (26), Jefferson Willian (0), Robert Day (3) e Rafael Hettsheimeir (17).

Entraram: Paulinho Boracini (2), Gui Deodato (0), Léo Meindl (9) e Rafael Mineiro (8).

Estatísticas

Bolas de 3: 10/28 
Bolas de 2: 24/57 
Lances Livres: 21/28
Rebotes: 21
Assistência:11
Roubos: 6

REAL MADRID

Quinteto inicial: Sergio Llull (21 pontos), Gustavo Ayón (5), Felipe Reyes (4), Jonas Maciulis (0), Jaycee Carroll (22).

Entraram: Andrés Nocioni (9), Luka Doncic (4), Sergio Rodríguez (5), Howard Thompkins (17), Guillermo Hernangomez (4).

Estatísticas

Bolas de 3: 10/26 
Bolas de 2: 30/62 
Lances Livres: 21/29 
Rebotes: 41
Assistência:12
Roubos: 5

Share This: