Saúde descarta construção de Hospital no São João

A Secretaria de Saúde não conseguiu viabilizar um empréstimo no valor de US$ 80 milhões, o equivalente a cerca de R$ 200 milhões, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a construção de um hospital no São João, um centro de especialidades no Taboão e 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) em diversas regiões da cidade. A informação foi confirmada ontem pelo secretário Carlos Derman, durante audiência pública sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO 2016. “Veio a crise econômica e isso, de certa forma foi postergado pela dificuldade de conseguir um financiamento. A obra teria recursos do Governo Federal e nós tentamos conseguir um empréstimo, mas não conseguimos devido a conjuntura internacional”, afirmou Derman.
Para 2016, o orçamento da pasta será de R$ 900,5 milhões, o que, segundo Derman, não é satisfatório. “Não é o que gostaríamos de ter e sim o que é possível dentro das atuais condições pelas quais o país atravessa. Vamos manter investimentos importantes principalmente com recursos vinculados”, afirmou.
Dentre as principais ações esperadas para o ano que vem estão a disponibilização de 30 leitos no Hospital Municipal de Urgências, investimentos no Hospital dos Pimentas que receberá uma nova enfermaria, além da construção de duas novas UBS sendo uma no Cocaia e outra no bairro dos Pimentas.

Fonte: www.guarulhoshoje.com.br/ Rosana Ibanez

Share This: