Secretaria atesta 2 mortes por H1N1 e mais 3 casos da doença em Alagoas

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou, nesta segunda-feira (11), cinco casos do vírus H1N1 no estado. Dois deles resultaram em óbito. A confirmação foi divulgada após o resultados de exames realizados na na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ).

 

Apesar da confirmação, a secretaria disse não pode divulgar quais foram os casos de óbito registrados no estado.

De acordo com a Sesau, até o momento, o Laboratório Central de Alagoas (Lacen) já encaminhou 52 amostras para a Fiocruz, laboratório de referência nacional e credenciado pelo Ministério da Saúde, que realiza testes por meio da metodologia de biologia molecular

Das amostras analisadas, foram liberados 31 resultados, sendo que em 26 não foi detectável a presença do vírus.

Um dos casos de morte em que havia suspeita da presença do vírus H1N1 ocorreu no dia 2 deste mês, em um paciente que estava internado no Hospital Memorial Arthur Ramos, em Maceió. A assessoria de comunicação da unidade de saúde informou, na ocasião, que a suspeita não chegou a ser confirmada.

Imunização
A Campanha de Vacinação contra a Influenza será iniciada no dia 25 de abril e vai até 20 de maio. A ação vai ocorrer nos postos de vacinação dos 102 municípios alagoanos.

Durante a Campanha de Vacinação contra a Influenza devem ser vacinadas as gestantes, idosos com mais de 60 anos, puérperas até 45 dias e crianças com seis meses até menos de cinco anos. Os indígenas, trabalhadores da saúde e do Sistema Prisional, além dos menores infratores e os portadores de doenças crônicas também fazem parte do grupo que deve ser imunizado.

A Secretaria de Estado da Saúde solicita a população mantenha, ainda, os cuidados com a higiene e proteção pessoal. Também é importante evitar ambiente com aglomerado de pessoas, para dificultar a transmissão do vírus.

Fonte:http://g1.globo.com/

Share This: