SÉRIE A3 – Flamengo vence na despedida e termina Paulista em terceiro

A sensação na despedida é de que o Flamengo poderia ter conquistado o acesso sem modéstia alguma. As apresentações dentro de campo e as estatísticas comprovam esse cenário, que foi justificado na manhã deste domingo, 01, no derradeiro compromisso pela Série A3 do Campeonato Paulista, no estádio Antônio Soares de Oliveira, diante do Nacional. E com o apoio de quase 4 mil torcedores, o Corvo bateu o time da Capital pelo placar de 3 a 1 e terminou a competição estadual com a 3ª melhor campanha.

O triunfo diante do Naça elevou o time de Guarulhos a 48 pontos na tabela geral de classificação ao lado do finalista Rio Preto, que disputa o título contra o Sertãozinho. Os gols foram anotados pelo artilheiro do time, Daniel Bueno, que chegou ao seu décimo terceiro gol no certame, e outros dois do contestado Ingro. Anderson Gindre descontou para o selecionado da Comendador Souza. O Rubro-Negro guarulhense volta suas atenções para a disputa da Copa Paulista no segundo semestre.

O jogo

O estádio Antônio Soares de Oliveira mais uma vez recebeu neste domingo, 01, um bom público para acompanhar um compromisso do Flamengo nesta edição da Série A3 do Campeonato Paulista. O duelo significa a agremiação de Guarulhos a sua despedida do certame estadual e para o Nacional a possibilidade de classificação para a grande final da competição e consequentemente o acesso para a Série A2 na próxima temporada.

A partida apresentou em seus primeiros minutos duas equipes que procuravam se estudar para encontrar a melhor alternativa de chegar ao gol adversário. Mas jogando diante de seu torcedor, os representantes do Corvo resolveram dar o ar da graça no jogo. Ímpeto este que pouco foi contido pelos visitantes, que dependiam de um resultado adverso do Sertãozinho contra a Matonense para estar com sua presença garantida na final. No entanto, nem Flamengo e tampouco Nacional conseguiram êxito durante os primeiros 45 minutos.

Entretanto, o momento tão esperado pelos torcedores veio logo nos primeiros instantes da etapa complementar. O lateral-direito Arthur Santos cobra escanteio, o goleiro Poti falha e o artilheiro Daniel Bueno não perdoa. Flamengo 1 a 0 para delírio dos quase 4 mil torcedores presentes no Ninho do Corvo. A vitória parcial deixou o escrete guarulhense ainda mais leve na partida. O novo comportamento em campo resultou em boas oportunidades ao Rubro-Negro.

Tanto que aos 25 minutos o contestado Ingro, que iniciou o embate no banco de suplentes, não desperdiçou a oportunidade que teve e ampliou o placar no Antônio Soares de Oliveira. Parecia repeteco do tento inaugural. Rebote do camisa 1 do Nacional nos pés do jaqueta 18 flamenguista e bola para o fundo do barbante. Aquele teria sido o quinto gol marcado por ele com a camisa do Flamengo no Campeonato Paulista da Série A3.

Minutos depois do segundo gol Rubro-Negro, coube ao atacante Anderson Gindre à missão de descontar para os visitantes. Bola escorada na área e livre o camisa 9 do Naça só teve o trabalho de completar para o fundo das redes. Contudo, nos minutos finais da participação flamenguista nesta Série A3 o destino quis que o antes criticado atacante Ingro pudesse decretar números finais ao duelo. Bate e rebate na área até que a pelota sobrasse nos pés dele para marcar o terceiro do Corvo e o sexto dele na competição.

Ficha Técnica

Flamengo 3 x 1 Nacional

Local: Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira;

Árbitro: Adriano de Assis Miranda;

Público: 3 556 torcedores;

Renda: R$ 17 900,00;

Cartões Amarelos: Wagner Asmir, Carlão, Neizinho, Lauder Perez, Daniel Bueno e Paulo Brumati (Flamengo), Danilo Costa, Fernando Lopes, Anderson Gindre e Michel Santos (Nacional);

Cartão Vermelho: Neizinho (Flamengo);

Gols: Daniel Bueno aos 4 do 2 Tempo e Ingro aos 25 e 41 do 2 Tempo (Flamengo), Anderson Gindre aos 33 do 2 Tempo (Nacional);

Flamengo – Wagner Asmir, Arthur Santos, Carlão, Igor Prado e Wellington Carioca, Bruno Sacomani (Paulo Brumati), Celsinho (Ingro), Murilo Rosa e Neizinho, Lauder Perez (Felipe Descco) e Daniel Bueno – Técnico: Rogério Delgado

Nacional – Poti, Dener Salles (Otávio Gut), Rodrigo Sousa, Danilo Costa e Douglas Fernandes, Fernando Lopes, Allan Christian (Michel Santos), Lucas Silva (Bruno Carioca) e Emerson Mi, Anderson Magrão e Anderson Gindre – Técnico: Carlinhos

Fonte:http://www.guarulhosweb.com.br/

Share This: