Setor de serviços tem pior resultado para janeiro desde 2012, aponta IBGE

O setor de serviços do Brasil encolheu em janeiro sobre o mesmo mês do ano anterior e teve o pior resultado para o mês na série iniciada em 2012.

As empresas de serviços faturaram 5% a menos, descontando o efeito da inflação. Nos últimos 12 meses, a queda acumulada é de 3,7%.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O setor inclui, por exemplo, salões de beleza, imobiliárias, oficinas mecânicas, escritórios de advocacia, agências de turismo, companhias aéreas e hotéis, entre outros.

O setor de serviços, que já foi um ponto de destaque na economia brasileira, perdeu força ao longo do ano passado com o aumento do desemprego e a queda de renda do trabalhador, em meio à maior recessão em décadas enfrentada pelo país.

Atividades em queda

Os cinco grandes setores dos serviços tiveram baixa em janeiro. Os principais responsáveis pela queda de 5% foram os segmentos de serviços profissionais, administrativos e complementares (-9,1%) e transportes, serviços auxiliares de transportes e correio (-5,8%).

Os outros serviços tiveram recuo de 7,9%, enquanto os serviços prestados às famílias caíram 4,1%. A queda mais moderada foi observada nos serviços de informação e comunicação (-2,1%).

Em relação à receita nominal (que não reajusta os valores dos meses anteriores de acordo com a inflação), houve queda de 0,1% em janeiro. No acumulado de 12 meses, no entanto, a alta é de 1,1%.

Fonte:http://economia.uol.com.br/

Share This: