Sindicato informa que trabalhadores da Furp aprovam estado de greve

Em assembleia realizada nesta manhã, dia 16 de  maio, trabalhadores da Fundação para Remédio Popular – FURP aprovaram o estado de greve, segundo informa o Sindicato dos Químicos de Guaruhos. A medida se deu por conta da não aplicação de reajuste e do não cumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho 2016/2017 assinada no dia 11 de abril.

Segundo o Sindicato, o Governo do Estado estaria desrespeitando a Convenção Coletiva de Trabalho, como também os trabalhadores, apesar de reconhecer e utilizar, publicamente, os bons resultados produtivos da Furp e do programa  Dose Certa, que faz parte da política de saúde do governo de São Paulo.
 “Lamentamos chegar mais uma vez a iminência de uma paralisação, mas os funcionários da Furp merecem respeito”, diz Antonio Silvan Oliveira, presidente do  sindicato. Caso a empresa não cumpra o previsto em CCT no prazo de 72 horas (estabelecido por lei), os trabalhadores das atividades fabris e de distribuição de medicamentos do programa Dose Certa irão iniciar uma paralisação por tempo indeterminado.
  A decisão não afetou nenhuma área da fábrica. A FURP está aguardando a decisão dos órgãos as quais responde – CODEC e  Comissão de Política Salarial – CPS.
Fonte:http://www.guarulhosweb.com.br/

 

 

Share This: