teste de aerodinâmica do Ford GT é beleza pura

Apresentado ao mundo durante o Detroit Auto Show de 2015, o Ford GT causou palpitações entre os amantes de automóveis simplesmente por conta do seu belíssimo design. Não é preciso nem saber que a fabricante tentou chegar o mais perto possível de um “carro de corrida para as ruas” para perceber que todas as formas da estrutura da máquina foram pensadas para deixar o supercarro mais aerodinâmico. Agora, a empresa liberou um vídeo mostrando o possante em testes em um túnel de vento, e a coisa toda é quase como pornografia para apaixonados por veículos.

Um dos pontos mais interessantes da gravação é o movimento do aerofólio ativo traseiro, que pode se retrair completamente, permitindo que o carro fique mais “grudado” à pista, ou então se inclinar até uma posição quase vertical, funcionando como um freio de ar. Além disso, também é possível ver brevemente o funcionamento do flap móvel dianteiro, que determina quanto vento é enviado para o difusor na parte de trás do GT.

Em busca do carro perfeito

O vídeo foi gravado no túnel de vento número oito da empresa, localizado na cidade de Allen Park no estado norte-americano de Michigan. O modelo que vemos passando pelos testes ainda não é a versão definitiva, que vai para a linha de montagem e deve ficar pronta para a comercialização só no ano que vem. Enquanto isso, a Ford está fazendo ajustes finos para garantir que a máquina tenha o melhor perfil aerodinâmico possível.

O carro ainda vai ser refinado antes de entrar na linha de produção

Para isso, a versão de pré-produção que vemos na gravação está posicionada sobre balanças capazes de medir tanto as forças aerodinâmicas horizontais (o chamado “arrasto”) quanto as verticais (“pressão”) sofridas frente a ventos de cerca de 200 km/h. Os números registrados ajudam a equipe a validar a precisão dos modelos computadorizados do carro, algo que influencia diretamente o produto final.

Por dentro, o Ford GT deixa para trás o antigo motor V8 e vem com um EcoBoost V6 de 3,5 litros com turbo duplo – tudo cuidadosamente posicionado para passar força para as rodas traseiras por meio da caixa de transmissão automática. Na prática, espera-se que isso tudo se traduza na capacidade de ir de zero a 100 km/h em apenas três segundos e chegar a velocidades máximas acima de 320 km/h.

Quantos milhões você tem?

O preço dessa maravilha tecnológica motorizada ainda não foi revelado oficialmente pela Ford, mas rumores indicam que o GT deve chegar ao mercado por algo em torno de 400 mil libras esterlinas – o equivalente a cerca de R$ 1,74 milhão, em conversão direta. Tornando a máquina ainda mais exclusiva, somente 250 unidades do carro devem ser produzidas a cada 12 meses, então é bom que você já tenha começado a juntar dinheiro há alguns anos.

Fonte:http://www.tecmundo.com.br/

Share This: